RIOS 2013

Em 2013, o RIOS regressou com mais três dias de filmes, convívio e aprendizagem. De 25 a 27 de novembro homenageamos a Ria de Aveiro. E porquê?

Porque a Ria de Aveiro nada contra a corrente percorrendo, em moliceiro, canais de criatividade! Constrói olhares de luz, inunda campos e cores e molha sonhos, enguias e vontades. Afoga memórias de sal e de marnotos, de sargaços e de moliços, gestos e espaços reunidos num presente intemporal. Porque exige tempos e marés, recorta pedacinhos de mapa ao lado de cegonhas e de garças, costura a realidade dos que dela e nela vivem, destrói conformismos, expulsa águas e explode em salinas que criam paisagens e emoções. Espaço de rebeldias e de inquietudes, forma suprema de liberdade, a Ria de Aveiro só pode ser arte: indizível, inclassificável e inesquecível!

Voltamos a apresentar em competição cerca de 20 filmes (longas e curta-metragens) de diversos países, entre os quais Portugal, Espanha, Taiwan, Brasil, Malásia, Croácia, India e Sérvia.

Para escolher os vencedores, contamos com uma equipa de jurados mais pequena, relativamente ao último ano, mas que teve ainda mais trabalho na altura de escolher os premiados. O Grande Prémio do Festival Douro foi entregue a Sonja Blagojevic (Sérvia), pelo filme Kosma. 

A sessão de homenagem à Ria de Aveiro contou com filmes de Leitão de Barros, Vasco Branco, Alfredo Tropa, Manuel Paula Dias e Manuel Matos Barbosa e com a presença dos dois últimos realizadores referidos.

Em simultâneo, decorreu uma sequência de lançamentos de livros e revistas sobre cinema, nomeadamente o International Journal of Cinema, apresentado por Rita Capucho e António Costa Valente, a Persona (revista online) apresentada pelos professores Carlos Melo Ferreira e Marco Miranda e os livros Geração Invisível – Os Novos Cineastas de Ana Catarina Pereira e Tito Cardoso e Cunha, apresentado por Ana Catarina Pereira, e Crónicas em Prosa de Mar e Verso de Cordel do Professor  António de Abreu Freire, com a presença do autor.

A grande estrela deste festival, graças ao patrocínio da Região de Turismo de Aveiro, foi um barco moliceiro em tamanho natural, que foi colocado em frente ao Teatro de Vila Real e chamou à atenção de miúdos e graúdos. O nosso júri não resistiu, como pode confirmar na nossa galeria.

Anunciados os vencedores de 2013 foi altura de premiar os vencedores de 2012. O troféu foi oferecido pelo Turismo Douro que nos patrocinou com uma peça em prata, desenhada por Siza Vieira, alusiva ao Douro, para o vencedor do Grande Prémio Douro, e um conjunto de troféus alusivos ao Douro, desenhados pelo Dr. Pedro Botelho para as restantes competições.

Dada a programação do festival ser tão preenchida, a segunda edição do RIOS Conference, intitulada Cinema…numa quinta do Douro, realizou-se de 4 a 6 de abril de 2014. Cerca de dezena e meia de investigadores e realizadores juntaram-se, num retiro de fim-de-semana, no Hotel Rural Rural Viscondes da Várzea, em Lamego, para a apresentação de filmes, projetos e comunicações num ambiente intenso de discussão intelectual e artística.

Espreite a nossa nossa galeria, fique a saber o que andamos a fazer em 2013, e aproveite para conhecer mais sobre os filmes premiados neste ano!